quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Chuva milagrosa



A natureza bebe insaciavelmente
da chuva que cai.
Depois de dias e dias de sede,
sequiosa,
ansiosa
por uma gota que fosse,
abre os braços e abraça
as grossas gotas de chuva
que caem no seu seio.
E agradece
numa profusão de verde,
num leve agitar de folhas
que sacodem a água
ao sabor do vento
que passa para lhes contar
histórias de encantar.
Algumas perdem as folhas velhas,
pois sabem
que novas virão
com o raiar do sol
da primavera.
É uma cura de beleza
uma esfoliação
que as deixará como novas.
Agora, limitam-se a beber
olhando o céu
e agradecendo a Deus
a divina água
que as traz de novo à vida.

16 comentários:

  1. Linda e abençoada chuva que cai onde precisa...Aqui caiu muita , pode parar!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Olá!!!
    que caia uma chuva de luz; de letras; de poesias sobre nós...é o que lhe desejo!
    Um beijo de chuva.
    Estou seguindo!
    Segue a gente e concorra ao sorteio de nossos livros dia 10/11.
    Beijos minha querida.
    CLUBE DOS NOVOS AUTORES

    ResponderEliminar
  3. Olá Célia
    Uma chuva é sempre bem-vinda, a vida agradece!
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Célia acho linda a chuva!
    Lindos também seus vesos!!
    Beijo e boa tarde!!!

    ResponderEliminar
  5. oi Célia, bem sensível esse texto sob o ponto de vista das plantas que sedentas recebem a água para continuarem vivas. "É uma cura de beleza". Lindo!

    *beijos*

    ResponderEliminar
  6. Oi Célia,
    Não sou muito amiga de chuva, mas depois de um poema lindo como este, vou começar a gostar.
    Beijos 1000 e uma noite maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderEliminar
  7. Olá,Célia!!

    E como fica lindo o verde das plantas e das árvores depois de um dia de chuva!!Belíssima poesia querida!!
    Beijos pra ti!
    Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  8. Que lindo Célia, não me canso de admirar o que escreves e aproveito pra perguntar se quando eu tiver um tempinho posso fazer cartões com teus poemas, ficariam especiais.
    Linda a imagem também, beijos e abençoada tarde pra ti!

    ResponderEliminar
  9. Célia é uma inspirada e bela descrição da chuva.
    Gostei do poema e gosto de chuva.
    beijo da Nina

    ResponderEliminar
  10. "Agora, limitam-se a beber
    olhando o céu
    e agradecendo a Deus
    a divina água
    que as traz de novo à vida"
    Há sensibilidade em suas palavras,
    Lindo...
    Amiga um fim de semana de muita luz,
    beijos meus

    ResponderEliminar
  11. Minha querida

    Quanta ternura neste poema que é um hino à natureza, adorei e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  12. que poema lindo! bem que estamos precisamos de chuva aqui no rio! um calor insuportavel!
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Olá,Célia!!

    Tenha um ótimo final de semana querida!!
    Beijos pra ti!
    Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  14. Olá Célia, também eu agradeci quando cairam as primeiras gotas!
    Beijinhos e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  15. Celia,que benção de chuva em sua bela poesia!Ficou linda de viver!Bjs,

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...