terça-feira, 31 de julho de 2012

Palavras


Dou comigo a decifrar minh'alma,
seguindo das palavras a pista oculta .
Algumas fazem-me perder a calma,
outras, dão-me paz, ainda que não absoluta.
Algumas reveladoras, outras disfarçadas.
Às vezes ponho-as na minha mão,
observo-as, como conchas fechadas,
tentando libertá-las da opressão.
Mas já me fogem, lânguidas, inatingíveis...
Corro em seu encalço, mas já exausta...
deito-me nelas, nas mais sensíveis,
nas que me acolhem com sua voz cauta.
Descanso então das canseiras diárias,
e invadem-me palavras, maliciosas,
torturantes e revolucionárias,
angustiantes, duras, pretensiosas.
Revolto-me em debates interiores,
afirmo, convicta, meus argumentos
Mas, perante elas em terrores,
perco a luta em todos os momentos.
Cansada acordo, cansada me deito,
perseguida por elas, falsa quimera.
Mas é nelas que sonho e me deleito,
com elas liberto-me do que me aterra,
com elas extravaso o que me vai no peito.

8 comentários:

  1. Palavras estão sempre nos nossos dias e até nas noites elas, tants vezes chegam... São parceiras...

    E quase todas as situações que passamos precisamos delas, ainda que algumas vezes a situação nos emudeça, depois de um tempo,. elas aparecerão e, com elas, colocaremos pra fora...

    Lindo!!! um beijo, acabando de iniciar o primeiro dia da rotina que me espera... chica

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, Célia!

    Que luta interna é travada entre o escritor e a palavra, hein?
    O texto é intenso e extravasa sentimentos.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Celia,simplesmente linda sua poesia!Um poeta sem palavras adoece!...rss...bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  4. Oi Célia,
    O poema é lindo, nem sei o que dizer, vc disse tudo. Perfeito.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderEliminar
  5. Adorei ver as palavras em tuas mãos
    e tentar decifrá-las.
    Muito bom!

    ResponderEliminar
  6. Olá minha querida Célia! Que lindo poema, fiquei encantada aqui!
    Como tem sido bom receber a sua visita lá no meu cantinho, brigadão!
    Que o seu dia seja ILUMINADO! Beijos no coração, saúde e muito sucesso sempre.
    laylafonseca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Minha querida
    Por vezes a palavra grita o vazio...toca a imensidão do silêncio tatuado em cada poro da nossa pele e eternizam momentos.
    Como sempre os teus poemas tocam-me a alma.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...