sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Sociedade marginalizadora



Em todas as esquinas,
em recantos resguardados e abandonados,
olhos sem vida seguem os nossos passos,
à espera de uma esmola…

Esses olhos esbugalhados
salientes num rosto semeado de ossos,
deixaram há muito de brilhar,
quando se apagou o facho dos sonhos,
se desfizeram as mais ínfimas ilusões.
Fica o vazio de um passado apagado,
o futuro é um beco de incertezas e deceções.

Olhos cansados de viver
suplicam o mínimo para sobreviver.
De tanto sofrer, aprenderam
a andar de mãos dadas com a dor,
aprenderam a lidar com o sofrer.

Os objetivos ficaram presos no passado.
O hoje é a ausência de tudo.
Resta a fome, o frio, a luta diária,
Mas o grito de revolta quedou-se, mudo.
Marginalizados, ocos de sentimentos,
cadáveres adiados, afundados na sua vida precária.

Quem foi, outrora, o ser por detrás dos olhos apagados?
Com certeza não este ser envelhecido,
este ser ignorado, fruto da sociedade umbilical
que o discrimina e o deixa esquecido,
qual resto servido a um animal,
só porque fraquejou perante a vida,
desistiu face às dificuldades,
não teve força para ultrapassar as maldades
de quem despreza a pessoa que se dá por vencida.


21 comentários:

  1. Às vezes vê-se cada pessoa mais amargurada e sozinha na rua...
    E muitas, por injustiças que sofreram.
    Enfim...

    ResponderEliminar
  2. Triste realidade tão bem trazida e exposta aqui na tua poesia! beijos, bom te ver de volta!! chica

    ResponderEliminar
  3. Olá,Querida Célia!!!!

    Belíssima poesia de fundo social!!
    Quando veremos mudanças?!!!!Quando o ser humano perceberá o valor da justiça social?!Na igualdade?!
    Beijos,minha amiga!
    Tudo de bom!

    ResponderEliminar
  4. Oi Célia!
    Vim lá da Vivian conhecer o seu blog!
    Linda a sua poesia! A sociedade é mesmo marginalizadora e excludente.
    Beijinhos e um ótimo fds!

    ResponderEliminar
  5. Gostei da novidade da escola.Bom,né?beijos,parabéns!chica

    ResponderEliminar
  6. Que delicia a sua visita! Que bom te receber novamente.

    Vejo tanto apelos pros animais, do bicho homem quase nada. Até o cachorro, o gato....se tornou mais importante que o homem...conceitos que vão mudando pois é mais fácil amar um animal que fazer alguma coisa pelas pessoas...o animal é mais receptivo as vezes. Não que os animais não mereçam essa dedicação, também os amo de montão, mas tem animal vivendo como gente e gente vivendo como animal. Lindo poema querida.

    ResponderEliminar
  7. ola, vi o seu blog no perfil de outra pessoa e decidi visitar para conhecer seu espaço, adorei imenso.. voce não quer vir visitar meu espaço?? http://assombrado-mc.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. O mundo prescisa de pessoas que façam a mudança. A participação de cada um de nós é importante Célia.
    Estava com saudades de te ler querida.

    Olha passa na Page do blog no FACEBOOK para curtir. Aqui ó: http://www.facebook.com/AmorAcordadoBlog?ref=hl
    Temos já muiiitos amigos participando.

    Beijos!!!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Uma triste realidade...num poema lindíssimo.
    Bom fim de semana.
    Beijos
    Lita

    ResponderEliminar
  10. Oi Célia,
    O poema é adorável, mas fico me perguntando por que algumas pessoas ficam nesta situação deplorável. Tenho uma amiga que o irmão dela acabou como mendigo. Hj ele está casado e recuperado, mas a verdade é que a maioria destas pessoas são alcoólatras ou usuários de drogas. São pessoas cujas famílias acabam desistindo deles por não suportá-los mais!
    Uma senhora que trabalhou aqui em casa tem 3 filhos, um deles está nesta situação! É muito triste.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderEliminar
  11. Belíssima a tua forma de alertar consciências.
    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Que interessante essa postagem. Estou seguindo. Se puder da uma olhadinha no meu, eu agradeço. Bjs

    cadeadani.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  13. Celia,comovente mas muito linda sua poesia!Quanta dor que poderia ser evitada se a humanidade fosse mais fraterna!bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  14. ♡¸.°.¸♫♫♪
    Muito, muito triste.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil
    ♡彡♫♪°.¸.•°`

    ResponderEliminar
  15. Célia

    Belo poema interventivo. Os poderes, mesmo um poema com esta performance, clhamam de literatura menor. Melhor fora que soubessem ler os poetas, para melhor entenderem a sociedade. É para isso que os elejemos e se fazem pagar, desmesuradamente.
    Beijos
    http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Bom dia de domingo pra ti amiga querida !
    Amiga presente sempre no meu cantinho,me faz acreditar que isso já é uma mudança...o verde sempre presente nos indicando esperança...
    Poema com pano de fundo de verdades...inteligência te faz um ser super...
    bjs de dia de domingo !!!!!!

    ResponderEliminar
  17. Quem somos nós para julgar né amiga Célia?... vimos com um tal destino traçado e um carma a cumprir... o tal destino podemos mudar, depende do nosso livre arbítrio e o carma cabe-nos carregá-lo sem lamentações. Olá minha querida espero que tuas pequenitas férias tenham sido o suficiente para recarregar as baterias para mais uma etapa... E falando em férias dia 8 de setembro chegarei ai em PT para as minhas também... como sempre atravesso o oceano para meu descanso anual, desta feita vamos ter o segundo encontro blogueiro no Porto e estamos em conversações para fazer o primeiro com a galera da blogosfera da grande Lisboa, topas?... aproveita bem a semana. Um beijo perfumado no coração. Até sempre!

    ResponderEliminar
  18. Minha amiga Querida.
    Eu sempre adorei seus poemas esse por exemplo da um sentido enorme na vida de quem lê.
    Ando um pouco triste por ter me ausentado um pouco dos blogs que mais amo.
    Por estar fazendo exames para cirurgia o tempo ficou pequeno sem dizer a depressão que estou.
    Amada não quero perder minha alegria de viver e estar sempre perto das amizades que tanto preservo na minha vida.
    Uma linda semana beijos,Evanir.

    ResponderEliminar
  19. Um fato muito comum nas grandes cidades e esta cada vez maior o numero de pessoas sozinhas e abandonadas, e pensar que um dia lá atras tiveram familia e alguem para os ampararem, hoje busca somente o pão de cada dia nas ruas, sem proteção e abrigo, os olhos tristes não sabem mais ter brilho, e vivem o hoje apenas sem expectativas de futuro, muito triste isso, fato muito bem relatado,
    é uma pena que uma vida possa acabar assim, bj e bom dia

    ResponderEliminar
  20. Célia você retratou fortemente o que acontece, bravíssimo.
    Muito triste, mas mais triste é nossa sociedade injusta e mentirosa, que te líderes que pensam só em si...meu bem e eu procuramos fazer a nossa parte, mas a miséria é imensa no mundo....um abraço e fique com Deus

    ResponderEliminar
  21. Olá minha querida Albuq! Adorei seu texto, apesar de ser uma triste realidade com a qual temos que conviver todos os dias!
    Que sua semana seja BEM ALEGRE! Mil beijos, saúde e sucesso sempre.
    laylafonseca.blogspot.com

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...