terça-feira, 11 de setembro de 2012

Fusão


Hoje vou voar
por campos verdejantes
atapetados de flores.
Vou pousar devagarinho,
absorver o néctar divino.
E nos meus olhos,
espelho do arco-íris,
brilhará o encanto
desses botões de rosa multicolores.
Qual beija-flor bebericando
as gotas do orvalho,
voando com asas de borboleta
ao som do cântico
que embala ilusões.
E as minhas asas coloridas
confundir-se-ão com as flores.
Pudesse eu para sempre
fundir-me com a natureza,
fazer parte dessa paisagem
que contemplas embevecido,
que cheiras e absorves,
levando-a no teu coração.

Numa altura muito trabalhosa de início de um novo ano letivo, fica aqui um poema que suaviza um pouco este dia a dia stressado.

16 comentários:

  1. E , realmente, a natureza pode nos acalmar! Seria bom poder fundir-se à ela. Linda poesia! Bons trabalhos, fica bem,beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Oi Célia,
    Seu poema é cara do nosso momento, pois estamos próximos da primavera e aqui já está muito florido.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderEliminar
  3. Minha querida

    Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  4. Um poema doce que lembra o começo do ano lectivo e também da primavera no outro lado do mar.
    Beijo amigo.
    Graça

    ResponderEliminar
  5. VENHO TRAZER DESEJOS PARA UM BOM INICIO...LINDO POEMA ...
    BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar
  6. Minha querida

    Vá a este Link:

    https://www.facebook.com/pages/Amor-de-Cris-japa/230893707007244
    tem lá este seu poema Destino
    http://wwwescrevinhados-cantarinha.blogspot.pt/2010/12/destino.html

    Um beijinbho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  7. Fundir-se com a natureza já é ser toda a natureza; fundir-se com a alegria, o amor, a felicidade. E todos caminhemos para o lado das coisas belas que encantam e simplificam, fazendo da jornada um caminhar de encontros que amadurecem o coração.
    Belo poema. Vim conhecer e me estabeleci.
    Abraços. Daniel

    ResponderEliminar
  8. Lindo e terno poema.
    Deixo um abraço e desejo dum bom fim de semana.
    Marisa

    ResponderEliminar
  9. Olá,Célia!!

    Belíssimo poema minha amiga!!!!E a vida anda corrida mesmo...mas faz parte né?!E vamos seguindo!
    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  10. Que imagem linda e o poema maravilhoso, muito lindo, amiga te desejo um lindo final de semana, fique com Deus beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Volto pra agradecer os carinho e desejar um lindo fds, com tudo de bom!chica

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde, querida amiga Célia.

    Pelo lindo poema, você fundiu-se com a natureza.

    Muitas bênçãos.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Celia,e como suaviza!Maravilhosas as tuas poesias!Leve essa fusão!bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  14. Oi Célia!
    Linda a sua poesia!Nada mais sublime do que este encontro com a natureza. Ah, nos fundir à natureza e viver todo o seu esplendor seria uma maravilha!
    Beijinhos e um lindo fds!

    ResponderEliminar
  15. Ser um só com tudo e com o TODO. Aspiração de todos. Quem aceita isso consegue entender todo o esquema. Quer queiramos ou não, fazemos parte deste TODO. Quem não aceita esta premissa abre caminho a infelicidade!
    Abraços, Célia!

    ResponderEliminar
  16. Célia, que saudades dos teus textos musicais e coloridos.
    Estou de volta para te apoiar, sempre!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...