domingo, 28 de maio de 2017

ironias do des(a)tino

(imagem do Google)


Quem os sonhos me sugou,
me deitou a loucura por terra?
Quem me levou a primavera,
me esqueceu e me abandonou?

Quem me esgotou toda a energia
entre sucessivas deceções?
Me fez errar entre falsas razões
no poço fundo da melancolia?

Quem me roubou a confiança,
entre derrotas consecutivas?
Me arrancou pessoas queridas
macerando os grãos de esperança?

Ai de quem,
ai de quem
a vida me escondeu
num labirinto, perdeu
a chave do caminho
e trocou as voltas ao destino!

                                     Célia Gil

1 comentário:

  1. Célia, a própria vida se encarrega das decepções. O que vale é que o que não nos mata, nos torna mais fortes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...