quinta-feira, 16 de junho de 2011

Fuga do tempo






Para onde corre o tempo
que me fugiu?
Onde se esconderam
os olhos arregalados de menina?
Que é do caracol louro
que me pendia sobre a testa?
Eu não sei!
Só sei que se escondeu
para lá da distância,
num passado dividido
pelo oceano.
Miragem longínqua
do tempo que foi,
do tempo em que fui,
do tempo
em que ainda ia a tempo.


4 comentários:

  1. Linda e reflexiva tua poesia!beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. O tempo esteve a te ensinar a escrever histórias para amar, como esta Célia.
    E ele foi para voltar em outro lugar...
    Lindo!
    Beijos,
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,Célia!

    E o tempo passa rápido demais!!!Quando nos damos conta já se passaram muitos anos...
    Linda poesia!!Adorei a imagem combinou perfeitamente!!!
    Beijos!
    Bom final de semana!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia,Célia!Hoje o tempo voa, cada dia parece passar mais rápido que o anterior e lá vamos nós correndo contra ele.
    Lindos versos!
    Beijosss

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...