sexta-feira, 10 de junho de 2011

Tatuagens marcadas na alma

Célia Gil



No dia em que ela se apaixonou
achou que o seu futuro estava traçado,
que caminhariam de mãos dadas
pela vida fora, rumo ao mesmo futuro.
Construiriam a dois os seus sonhos…

Ela mandou tatuar o nome dele no braço
para não mais o apagar da sua vida.

Ele escreveu o nome dela numa árvore
para perpetuar o seu amor
nesse espaço que foi cúmplice
das suas fantasias.

Ela escreveu-lhe versos de amor
que emoldurou em quadros
com que decorou as paredes de casa
e forrou a alma.

Ele pintou a casa a vermelho
para partilhar o que sentia,
o quanto pulsava o seu coração
e o quanto este batia.

Mas as paixões intensas
nem sempre são eternas.
Ele partiu… Ela partiu…

Os quadros foram deitados ao lixo,
as paredes pintadas a branco,
a árvore cresceu e foi limpa de nós e nomes,
e a tatuagem foi removida em cirurgia.

Ele partiu…Ela partiu…
Mas os quadros permanecem pintados
na memória de ambos.
O vermelho permanece nas fotografias
que os dois guardaram.
A árvore continua a dizer-lhes adeus
com as suas folhas cansadas.
E a tatuagem não se conseguiu remover
da mente que guarda as memórias.
                                                 Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

3 comentários:

  1. Boa tarde amiga,
    Lindo poema, porem muito sentido!
    Mas a vida é assim, coberta de pétalas de rosas e alguns espinhos.
    assim como a vida de lindos encontros e desencontros. Precisamos cuidar para que o Amor seja mais forte que toda a dor, que este amor vença até a morte.
    o Amor é vida, vida plena, é a alegria de nosso ser e existir.
    Amiga obrigadinha por sua lindas visitas ao meu cantinho Viu?
    Tenha um bom final de semana
    abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  2. Oi,Flor!nós sempre temos a ilusão de que será pra sempre,mas nada nessa vida é para sempre, nem mesmo o amor...
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Lindo Célia!
    Não sonseguimos apagar o que vivemos de verdade.
    Beijos e boa noite!!
    Carla

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim