sábado, 11 de junho de 2011

Efemeridade existencial




Paro para me questionar:
porque tudo o que é bom é efémero?
São efémeros os dias de alegria
em sorrisos rasgados no rosto;
os momentos de glória
que nos projectam em pedestais de fama;
as flores resplandecentes
abertas em odores coloridos na jarra.

Tudo e todos somos efémeros!
E a perda é uma dor
a estalar na cabeça,
a corroer a mente,
a desassossegar o coração.

Não queria perder o que mais amo,
não queria perder entes queridos,
não queria perder tanta coisa…
Que sei que vou perdendo, inevitavelmente,
porque a vida é efémera
e eu não sou mais do que um grão de areia
no deserto da efemeridade.
                                                  Célia Gil




5 comentários:

  1. Vamos perdendo pela vida o tempo todo e saber lidar com isso é aprendizado!beijos,lindo fds,chica

    ResponderEliminar
  2. Célia a inconstância da vida faz com que o mundo passe por nós e nos deixe apenas o que vamos nos tornando e aprendendo a ser a cada instante.
    Querida lindo!!
    Bom final de semana!!
    Carla

    ResponderEliminar
  3. 。˚✿•
    Amiga,
    Aproveite bem o fim de semana porque tudo é efêmero.
    Beijinhos.
    Minas
    ✿•.¸¸♪♫♪
    。˚ ˚ ˛✿

    ResponderEliminar
  4. Minha flor de narciso!
    Que belo texto sobre os caninos e afins abandonados... carentinhos...

    bjs

    Cat

    ResponderEliminar
  5. Quanto ao post de cao, errei a guia, ta ficando sem carregar e eu achei que nao ia outra vez... Mas eu queria falar lá na guia certa...

    Aqui é outro poema lindo mas eu acho que o que é bom dura pouco sim! Mas podemos fazer ficar bom e pra sempre né... é um exercicio constante!

    bjs

    Catita

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...