terça-feira, 7 de agosto de 2012

Amor (salva)dor

Célia Gil



Quando olho no fundo do teu olhar,
Ele suga-me as forças que esmorecem
E todos os músculos me estremecem
Só por te ver, te querer, te desejar.

E quando sacias o meu amor,
Sinto-me plena, repleta de vida,
Recupero a energia perdida,
Encaro os problemas com mais fervor.

Só tu me elevas o ego abalado
Pelas contrariedades do mundo,
O ergues do seu ser desesperado.

Só tu lhe dás a mão para o levantar,
O libertas do triste ser imundo,
Fazendo-o novamente acreditar.


Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

16 comentários:

  1. Obrigado pela visita e pelo comentário no meu blog!

    ResponderEliminar
  2. Sinto este poema como amor verdadeiro!
    Beijinhos Célia =)

    ResponderEliminar
  3. LIndo poema e o amor nos salva das dores... Ele pode tudo e nos melhora os dias!!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  4. Que lindo Célia!
    Quanto amor!
    Lindo e delicioso amar.
    Feliz amar para você...beijinhos

    ResponderEliminar
  5. o amor nos fortalece, nos deixa imensamente capazes para qualquer que seja nosso desafio, com amor tudo é mais facil. amei o poema, beijos e bom dia

    ResponderEliminar
  6. Lindo poema, Célia! Existem pessoas que nos fazem sentir únicas, para mim, esta pessoa é meu marido.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderEliminar
  7. E bendito seja o amor, que nós faz tão bem!
    Lindo seu poema Célia...
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  8. Oi Célia
    Um sentimento que todos proclamam com aquele que salva , restaura e alimenta. Sem amor a vida é insípida.
    Um poema que sublima o amor,parabéns .
    Obrigada pela presença .
    abraços

    ResponderEliminar
  9. Olá, Célia!
    O amor eclode nossas emoções com a razão, ao contrário da paixão que arrasa tudo!
    Lindo!!!!

    Bjoks

    ResponderEliminar
  10. Oi,Célia!O amor nos salva do tédio,das nossas tristezas e amarguras o amor simplesmente nos salva.
    Beijossss

    ResponderEliminar
  11. OI CÉLIA!
    UM AMOR COMPLETO E SALVADOR.
    LINDO TEXTO AMIGA.
    ABRÇS!

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  12. Celia,que soneto mais lindo!O amor é assim mesmo!bjs e boa quinta!

    ResponderEliminar
  13. Olá Célia,

    Soneto maravilhoso!
    O poder e a força do amor são incalculáveis.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema, como vê não resisti e vim ler mais um pouquinho de tua alma, falar de amor é muito bom ele nos preenche e cura nossas feridas, beijos Luconi

    ResponderEliminar
  15. Querida,

    Simplemente Maravilhoso!!!

    Bjs

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim