quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Criança pedinte por profissão

Célia Gil

(imagem do Google)


De mão aberta,
a criança suplica uma esmola.
Gestos ensinados pelos pais.
Pais?Que pais?
Ar de fome, pedinte por hereditariedade,
hábito que se torna um vício
que entra, assim, nas suas vidas
como tendo sempre feito parte delas.
Ajoelho-me à sua frente
"Queres um bolo? Uma água?"
Mas a criança muda o ar pensado
e responde, de semblante carregado,
tão carregado que estremeço,
e diz com naturalidade:
"Não tenho fome! Quero dinheiro!"
E lá vem a lengalenga ensaiada,
voltam os olhos tristes
e a criança preparada:
"A minha mãe teve um bebé
e não tem leite. Ele está a morrer!"
Certeiras palavras
entram nos ouvidos diretas ao coração
e esqueço o teatro de rua
já totalmente convencida pela emoção
E abro a carteira, estendo a mão...
Apesar de saber, lá bem no fundo,
que não é verdade, mas uma profissão!
                                                         Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

14 comentários:

  1. Uma triste realidade essa.É bem assim...As mãe ficam sentadas apenas esperando...PENA!!! beijos,lindo dia,chica

    ResponderEliminar
  2. Ah, muito triste isso...de cortar o coração da situação, das pessoas, da alma...bjo e lindo dia!!

    ResponderEliminar
  3. Ah, ia me esquecendo, o vaso vermelho deve ter ficado um arraso! Vermelho é bom, vem cheio de energia para alegrar qualquer cantinho...bjo e obrigada!

    ResponderEliminar
  4. Célia
    Infelizmente temos que conviver com cenas tão comoventes! E o mais triste é que se torna uma profissão e é passada de pais para filhos.
    Beijos e um bom dia

    ResponderEliminar
  5. olá Célia paz
    criança é benção, que Deus cuide de todas as criançinhas do brasil.
    um grande abraço amiga.

    ResponderEliminar
  6. Oi Célia,
    Tenho muita pena, mas não dou $ para criança, pois qto mais $ dermos, mais exploradas elas serão!
    Beijos 1000 e um restinho de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderEliminar
  7. Olá,Célia!!

    É bem verdade...há tantas que fazem disso uma profissão...mas nosso coração as vezes fica em dúvida, "e se for verdade?", e num gesto de afeto estendemos a mão e damos o dinheiro...Mas nunca sabemos ao certo...Triste.
    Ficou linda em forma de poesia querida.Pra se refletir.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Oi,Célia!Pois é pedir virou uma profissão e para alguns bem rentável,ms é complicado não ajudar, não há como não se compadecer...
    Beijosss

    ResponderEliminar
  9. Hi! I found your blog and I like it so much! A really sad reality!
    Come and visit my blog, and if you like it, follow me, I'll be waiting for you!

    Cosa mi metto???

    ResponderEliminar
  10. Oi Célia querida


    A realidade da vida é cruel...
    E é horrível a sensação de aceitação que sentimos né?

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  11. Obrigado pelo carinho e presença no blog que ainda engatinha,rsrs beijos,chica

    ResponderEliminar
  12. O pior que ficamos inertes em determinadas situações, resolver o problema não nos compete não. Depois vamos ficando igual a tantos, fingindo não ver ao passar por elas. Eu vejo nossos filhos, vivendo fora dessa realidade, achando que o mundo é só maravilha, brinquedos caros, não querendo comer qualquer coisa...por mais que expliquemos, parece que eles não entendem. Lembro da minha infância, onde tudo era sacrifício, onde se comia o que tinha, se vestia o que podia...hoje queremos dar a eles o que não tivemos e acabamos por estragá-los. Lembro que minha mãe trabalhava numa casa de veraneio, onde bonecas barbeis só importada, pobre nem sonhava. Eu ficava olhando as netas da patroa brincando e elas me diziam: só pode olhar tá, não coloque a mão. Hoje minha filha tem várias barbeis, casinha e acessórios... e passa dias e até meses sem nem mesmo brincar. é tudo tão estranho....bjim. Fique com Deus.

    ResponderEliminar
  13. Penso que é opção, na maioria das vezes querida.
    Beijos e boa noite!!
    :D

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim