quinta-feira, 7 de julho de 2011

Cortar amarras

9 comentários:

  1. Oi Célia,
    Ótimo pensamento!
    Bjkas e uma 5ª-feira maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderEliminar
  2. Obriga miga, pelo incentivo. Hoje olhei lá e não entendi muito bem, achei que só quem passou na outra faze podia concorrer nessa, obrigada pela dica e te encontro lá. bjim.

    ResponderEliminar
  3. oi Célia,

    aprender a andar com as próprias pernas,
    exige um esforço contínuo e uma aplicação diária...
    perfeitas suas palavras...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente vejo por aqui tantas pessoas,que não são capazes de dar um passo sozinhas, ficam dependentes para toda a vida de outras pessoas.

    Gostei de toda esta verdura, e de toda a frescura, que sabe tão bem nesta altura,
    Voltarei.

    José.

    ResponderEliminar
  5. Olá Célia!

    Na vida, às vezes nos sentimos assim, temos medo de nos soltar, andar com as próprias pernas...

    Medo de não sermos entendidos ou não sermos aceitos... Medo do espanto que possa causar e muito mais medo de descorir que podemos até voar...

    Beijos
    Obrigada pelo carinho
    Chris Amag
    (Não consigo postar com o meu endereço de blog, sorry)

    ResponderEliminar
  6. e a coragem para isso..
    perfeito!
    beijos

    ResponderEliminar
  7. Mandei a poesia que se chama A ÚLTIMA SINFONIA pois amo muito essa.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...