sexta-feira, 22 de julho de 2011

Escadaria dos sonhos

Célia Gil

(imagem do Google)

Hoje quero subir os degraus
azuis até ao último andar…
E, no terraço, tocar as nuvens,
confessar-me ao sol,
beber um refrescante sumo de sonhos,
aspirar as ilusões que pairam no ar
e trazer nos meus olhos o infinito.
E, ao descer, quero voltar a ser criança,
descê-las escorregando pelo corrimão,
sentir-me capaz e poderosa,
livre, leve e ingénua.
Quero ter na mão o poder
de consertar os erros,
de usufruir dos momentos
que ficaram esquecidos no passado.
Recuperar a fé e a confiança
e, com mãos de fada,
viver a apoteose da felicidade.

Mas, no meu peito,
bate um coração fragilizado,
com cicatrizes impressas pelo tempo
e rugas em olhos de sofrimento
a desfazer-se em lágrimas dolorosas.
E as nuvens, intocáveis, estão lá longe,
o sol é inatingível,
o sumo tem apenas laranjas,
as ilusões dissiparam-se
escondendo-se por becos poeirentos.
E a criança, essa cresceu
e tornou-se na adulta magoada,
que cresceu à pressa,
mas que procura no passado
apenas o equilíbrio do presente,
que continua a olhar em frente
e a subir a escadaria dos sonhos!
                                        Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

10 comentários:

  1. É realmente um sonho, poder subir essas escadas, sabe que dá até pra sentir os degraus? Lindo texto, beijos

    ResponderEliminar
  2. Olá,Célia!

    Belíssima poesia!!! Ainda bem que mesmo magoada,consegue seguir adiante e a subir a escadaria dos sonhos!!!Ah!!!Lindo demais!!
    *A imagem perfeita!!!
    Beijos pra ti!!
    Linda sexta!

    ResponderEliminar
  3. Então que ao menos as laranjas sejam doces!
    Muito bonito, e não pare nunca de sonhar(apesar das dores)...


    Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  4. hoje estou fragil, e nem sei se subirira esta escada...

    ResponderEliminar
  5. Célia, o sonho que você descreveu lá nas nuvens, é de uma beleza tão indescritível que acho que ele consegue apagar até essas mazelas da mulher adulta que vc se tornou! A criança ficou pra trás, mas a mulher linda, marcada, talentosa, sensível, madura está aí,
    nos fazendo chorar e rir com suas produções maravilhosas. Bjkas com muito carinho!
    Em tempo: que imagem linda é essa que vc postou, um sonho, além das nuvens!!!rsrsrs...

    ResponderEliminar
  6. Querida nosso coração é sempre muito frágil, por isso sabe ser forte, supera a morte.
    Linda escadaria! Também gostaria de subí-la!
    Beijos,
    Carla

    ResponderEliminar
  7. Olá Célia, muito bonito.. também quero subir a escadaria dos sonhos..
    Beijinhos e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  8. Lindo! Lindo!
    Precisamos subir estas escadas todos os dias, e deixar o amor nos alcançar, ao nos libertar da magoa, pois esta só nos atrapalha de ver o sol raiar, a cada novo dia de nossa vida.
    É bom ser criança mesmo dentro de um corpo adulto.
    Fácil é falar, difícil é o ser!
    Tenha um lindo final de semana coberto de muita paz e amor.
    Abraço Amigo!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  9. Célia, li sua postagem calmamente, e como tive vontade de subir estes degraus azuis até o último andar...
    Amei esses versos:
    "Quero ter na mão o poder
    de consertar os erros,
    de usufruir dos momentos
    que ficaram esquecidos no passado.
    Recuperar a fé e a confiança. Muito lindo!!!
    Obrigada pela partilha e um lindo fim de semana.
    Emilinha

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim