terça-feira, 12 de julho de 2011

O meu silêncio

Célia Gil
(imagem do Google)


No silêncio encontro
tudo o que quero ouvir.
Escuto a minha voz interior
a confessar-me ilusões,
a sussurrar-me emoções,
a desabafar desilusões,
a implorar orações.
E eu sorrio,
sinto a paz invadir-me.
Ah, silêncio reconfortante!
Sílabas murmuradas,
lentas letras alinhavadas,
cigarras em sintonia
no som que preenche o meu dia,
som do meu silêncio!
                        Célia Gil
 

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

8 comentários:

  1. Bom dia,Célia!!

    Amei esta poesia!!
    Faz tempo que não consigo ficar assim...com dois filhos pequenos, o que menos se tem é silêncio!!rsrsr
    Parabéns pela bela sensibilidade!!
    Beijos pra ti!

    ResponderEliminar
  2. Ola querida amiga
    Estou na final da ostra poesia, me desculpe por mais uma vez vir lhe pedir votinho para a minha poesia, Precisamos. Mas sem a sua ajuda eu não irei conseguir. Prometo que passando esta fase eu virei comentar apenas sobre o conteúdo de seu cantinho.
    Como votar você entra no link …http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com/
    No final paginas das poesias esta escrito
    VOTE CLICANDO NA PALAVRA COMENTÁRIOS Lindalva 1 comentários
    Por favor coloque coloque o nome da autora e da poesia, ( Precisamos ... Maria Alice Cerqueira e o nome do seu blog. para que Lindalva possa confirmar seu voto.
    Desde já lhe agradeço de coração.
    Tudo do melhor para você.
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  3. HOLA AMIGA!!

    PRECIOSO POEMA....SALUDOS Y BESOS

    PAT

    ResponderEliminar
  4. Minha querida

    Passando para deixar um beijinho de agradecimento pelas palavras que me deixou, estou seguindo e vou voltar com mais tempo.
    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  5. Bom dia querida!
    Seu silêncio vale ouro.
    Beijos e boa noite!!

    Carla

    ResponderEliminar
  6. Amo o silencio, é onde eu me encontro e me sinto seguro do mundo!

    ResponderEliminar
  7. Célia,
    Estou morando em um lugar mais afastado do centro de Brasília há quatro meses, e não se ouve barulho de quase nada, quando muito, de passarinhos gorjeando. Estou amando a voz do silêncio! Como é bom a paz que advém dele!
    Bjkas minha linda!

    ResponderEliminar
  8. Demais não é tão bom, mas sim necessário esse silêncio que eu amo demais. Traz sintonia e paz ao coração, muito belo, bjim

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim