domingo, 10 de dezembro de 2017

Pensamentos

Célia Gil
Os pensamentos que me habitam
vagueiam, incontroláveis,
são pensamentos que gritam
em ouvidos insondáveis.

São pensamentos soltos,
sem dono ou razão,
vagueiam como loucos
à procura de explicação.

Não os controlo como queria,
não os entendo, nem os domo.
Saem de mim em romaria,
em cada dia que somo.

livres, enigmáticos, impenetráveis,
soltam-se numa corrida,
numa torrente, incontroláveis,
nesta prisão que é a vida.

Mas logo volto a mim,
os encarcero no fundo da mente.
Não os posso deixar andar assim
tão livres, livremente.

Queria eu, se dona fosse da razão,
conseguir domar o pensamento,
mas este meu louco coração
só tem ouvidos de vento!

                                     Célia Gil









Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

6 comentários:

  1. Maravilhosa tua poesia e adorei a foto da folha! Beleza! Linda semana! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Feliz ano, Célia, com muita poesia e muita alegria.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Nina, um ano excelente é o que também desejo! Beijinhos

      Eliminar
  3. Célia, vim desejar um feliz 2018 e que te recuperes bem da tua cirurgia que espero nada de grave tenha ocorrido!" beijos, fica bem,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Chica. Vou recuperando lentamente. Que este ano nos traga muita saúde e felicidade. Beijinhos

      Eliminar
  4. Simplesmente doce e maravilhoso poema.

    Passando, vendo, lendo, gostando muito, anunciando:
    .
    Tema: *Geladas gotas na dor da separação*
    .
    E desejando:
    .
    Que o Ano Novo de 2018, entre na sua vida através da porta do coração, trazendo: Saúde, Fraternidade, Paz, Amor, Felicidade, gosto pela Partilha.
    FELIZ ANO NOVO

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim