quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Amizade

Célia Gil




             A amizade é preciosa,
             mas não é dizer apenas sim,
que com palavra enganosa,
há falsos amigos de mim.
Amigos de conveniência,
estão ali por breves momentos,
amigos de ausência,
fogem dos meus tormentos.
Amigos que viram costas
sempre que mais precisamos,
amigos de quem gostas,
com os que mais nos enganamos.
Amigos de circunstância,
que te aguentam enquanto ris.
Mas que depois vão com a distância,
quando simplesmente já não sorris.
Amigos de profissão,
cujo objectivo é descobrir
os teus pontos fracos
para com eles subir.
Amigos dos teus bens,
que te dão tanto sem pedir,
mas que quando nada tens,
estão prontos a partir.
Amigos que te enganam,
aqueles que gostam de te apoiar,
que com palavrinhas te acalmam,
mas que te querem tramar.
E quando estás no apogeu
das tuas vitórias na vida,
o maior ciúme é o seu,
gente de inveja roída.

Isto tudo não é amizade,
não é dar sem nada esperar,
não é elogiar sem com nada contar,
sentir a ausência e a saudade.
Isto não é amizade,
é um acto de cobardia,
para quem não se entrega e não sabe
que a amizade é alegria.
Alegrar-me pelos meus queridos,
mesmo estando muito triste,
são sentimentos merecidos
da amizade que persiste.
E um amigo verdadeiro,
não tem inveja, fica feliz, insiste,
é amigo por inteiro.

Mas, para além do que é bonito
de se dizer ou fazer,
um amigo também diz
coisas que nos fazem sofrer.
Os amigos abanam-nos
para nos chamar à razão,
mas não nos deixam de falar
até entenderem a nossa motivação,
o que nos levou a falar
a protestar, a objectar,
porque um amigo a sério,
perante uma atitude errónea,
é capaz de dizer não
mesmo que fique com insónia.

Ser amigo é ser capaz
de perdoar o que não tem perdão,
mas é também fazer finca-pé,
chamar o amigo à razão
e saber dizer não!

Não é ser amigo de sangue,
mas amigo de coração.
                               Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

12 comentários:

  1. Já tinha saudades das tuas palvras raras.
    Gostei imenso.
    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Que lindas tuas reflexões sobre a amizade. Amigos devem ver os defeitos, para, ajudar, não apenas estar juntos nas horas de alegrias. E, sobretudo, deve saber o outro ouvir.

    LINdo OUTONO pra ti! beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. Bom dia querida, lindo seu blog, vem me visitar, se gostar do meu blog e quiser me seguir, te seguirei de volta, tenha um lindo domingo abençoado por Deus, beijinhos!
    http://pontocruzdasamsara.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Amiga Querida.
    Em quase 10 anos de blog e com todos meus anos de vida nunca li um poema com tamanha clareza em verdades.
    Eu sempre adorei ler seus poemas , mais confesso esse realmente fala de uma verdade , que poucos conseguiriam poetar referindo se a amizade.
    Eu já postei diversos poemas seu ,mais peço se poderei postar esse também,
    Vejo com uma postagem dele em mais blog um lembrete , que todos deveriam pensar muito antes de chamar alguém de amiga, pois na realidade os blogs mudou muito em conteúdo e em amizade solidaria.
    Um abraço carinhoso , Evanir.

    ResponderEliminar
  5. Minha querida

    Que linda reflexão sobre a verdade de ser amigo em todas as horas da vida e não só na alegria.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  6. Bom dia!!!
    Quando se têm amigos não importa a distância,nem o tempo.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderEliminar
  7. Bom dia professora Célia!
    Sabe o que penso sobre amigos professora, eu particularmente acredito que amigos são todos aqueles que não são nossos inimigos!
    To torcendo por você, espero que tudo por ai se reestabeleça o quanto antes, Portugal é forte, e você professora Célia é um ser humano explendido e mais forte ainda que qualquer circunstância adversa.
    Tenha uma semana iluminada, muita paz!
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  8. Amada :Obrigada por permitir postar seu poema
    como graças a Deus me permitiu tantas vezes.
    Professora querida seus poemas falam direto o,
    que sente meu coração.
    Quando você se levantar já terei postado.
    Deus abençoe sua noite beijos ,Evanir.

    ResponderEliminar
  9. Olá, Célia!!!

    Poesia belíssima! Falaste tão bem sobre a amizade! Ao longo da vida vamos nos deparando com estes falsos "amigos", que bom que com o tempo vamos aprendendo a reconhece-los!
    Claro que não somos infalíveis e ás vezes ainda nos enganamos...
    Beijos e meu carinho!!! Tudo de bom pra ti!

    ResponderEliminar
  10. Minha querida

    Hoje passando para dizer que estou a ser entrevistada no RECANTO DOS AUTORES, será um prazer a tua visita. Deixo o Link:

    http://recantodosautores.blogspot.pt/

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  11. BOA NOITE AMADA !
    QUANTO TEMPO FAZ QUE NÃO PASSO POR AQUI...
    ESTIVE NA EVANIR E LI UM LINDO POEMA SEU ,VIM TE PARABENIZAR DE UM TODO...BJSSSSSSSSSS

    ResponderEliminar
  12. Olá!
    Amigos verdadeiros são anjos enviados por Deus para nos ajudar a seguir a vida!
    Amei seu cantinho!
    Seguindo com carinho!
    Bj

    Olá!
    Esperança, fé e amor! Tudo o que precisamos para seguir em frente.
    Lindo seu cantinho encantado.
    Amei, já vou ficar por aqui, seguindo seu cantinho!
    Tenha um dia especial!
    Com carinho

    Blog: Femme Digital

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim