terça-feira, 30 de agosto de 2011

Naturalmente eu

(imagem do Google)

Sou uma miscelânea de emoções.
Coexistem em mim todas as estações.

Sou  esplendoroso sol  de verão
quando a vontade me domina,
quando a força me deixa irradiar
o brilho em tudo o que faço
aquecendo a alma de todos
os que me rodeiam.

Sou um raio esmaecido
numa manhã de primavera tímida,
quando de mim se apodera a insegurança,
quando o meu sorriso tem uma nuvem
que não o deixa brilhar em plenitude.

Sou chuva de inverno
quando a minha alma chora
e me entristeço com o rumo
que o mundo toma.

Sou tornado em violenta tempestade
quando me revolto e me imponho,
levando e lavando a vida dos destroços
que o passado semeou na minha alma.

Sou nevoeiro em manhãs tristes
quando me desiludo com quem amo
e remeto-me ao meu silêncio
e à escuridão do meu pesar.

Sou orvalho em alvorada da vida
quando sacio a sede de amor,
quando atinjo os meus objetivos
e os meus sonhos ganham vida.

Sou assim…Naturalmente natural…
Como a natureza que venero.
                                         Célia Gil

14 comentários:

  1. E essa naturalidade que faz a beleza...É assim...beijos,chica,lindo dia!

    ResponderEliminar
  2. Um poema naturalmente lindo...faz bem a saúde..
    tudo de bom.. bjss

    ResponderEliminar
  3. O amor inspira e faz fluir as palavras, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  4. Celia,que bonita essa comparação porque todos somos parte da natureza tb!Acho que todos temos em nós um pouco de cada estação!Muito linda e criativa poesia!Bjs,

    ResponderEliminar
  5. Olá,Célia!!!

    Querida...que belíssima poesia!!!!
    Não só parecemos,mas nos influenciamos pelas estações...me sinto hibernar no inverno e florescer na primavera...
    Beijos pra ti!!!

    ResponderEliminar
  6. olá Célia!
    linda poesia, um dia com muitas alegrias, bjs

    ResponderEliminar
  7. Ser naturalmente natural só causa sofrimento. Por vezes precisava de se ser um pouco artificial, mas por vezes(ou quase sempre) não se consegue. Lindo poema querida amiga que adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  8. Célia
    Uma boa comparação, eu acho que toda mulher pode ser comparada à natureza.
    Beijos, tudo de bom

    ResponderEliminar
  9. Somos seres realmente extraordinários como versa muito bem sua poesia Célia.
    Beijos,
    Boa noite!
    :D

    ResponderEliminar
  10. Amiga,é no "ser natural" que está a sabedoria de viver e se impor como pessoa.
    Aparentar o que não é,ostentar uma atitude falsa,tem coisa mais desagradável?
    Parabéns pelo blog,versos e postura diante da vida. bjs

    ResponderEliminar
  11. Oi, Celinha
    Perfeito, adorei! E é por isso que vc é tão bela e sensível quanto essa natureza mutante. Beijos, minha linda, te adoro!

    ResponderEliminar
  12. VOCÊ TAMBÉM É O SOL QUE ALEGRA NOSSOS DIAS, É O CANTO DO PÁSSARO NO AMANHECER, É PERFUME QUE EXALA TRANSBORDANDO NOSSOS CORAÇÕES, É ALEGRIA QUE NOS CONTAGIA. VOCÊ É A PEDRA PRECIOSA QUE DEUS LAPIDA TODOS OS DIAS, É SENTIMENTO VERDADEIRO E SINCERO, É A MENINA DOS OLHOS DE DEUS E AI DAQUELE QUE TOCAR EM VOCÊ QUE NÃO SEJA PRA TE FAZER FLORESCER. BJIM, SAUDADES.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...