sábado, 17 de dezembro de 2011

Não te enganes!

Célia Gil

Imagem relacionada
(imagem do google)

Se o meu amor não te surpreende
é porque não te deixas já surpreender,
é porque esperas dele um amanhecer
quando a noite os teus sentires suspende.

Se me dizes que já não mais te amo,
é porque os teus olhos não querem ver
que nos meus continua a viver
a paixão que oculta o teu engano.

Se me afirmas que já não te quero
com o mesmo e intenso fulgor,
é porque a perceção do teu amor
não vê já o quanto te amo e espero.

Simplesmente, põe a mão na consciência,
pensa, aceita, faz por enfrentares
e, em vez de tão prontamente me acusares,
sê franco contigo próprio com sapiência.

Os erros não são atos isolados,
dois seres constroem uma vida,
correm juntos a mesma corrida,
lutam em frentes iguais, dos mesmos lados.

Fácil é atribuir aos outros a culpa
que se sente quando se errou.
Assim sendo, há que aceitar o que passou,
Aprender a linguagem do perdão e da desculpa.
                                                       Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

5 comentários:

  1. Na caminhada do e pelo amor há de existir perdão e humildade em aceitar os erros e sem acusações .

    Linda poesia e inspiração! beijos,ótimo fds,chica

    ResponderEliminar
  2. muitas vezes deixamos de expressar nossos sentimentos por que acostumamos com a rotina e ja não se tem necessidade de demonstrar o tempo todo, mas ele existe e talvez até mais forte que antes, muito lindo o texto, beijos

    ResponderEliminar
  3. Olá Célia. Lindo seu post! è preciso lembrar de regar sempre essa plantinha que se chama amor que nos renova e é essencial para vida. È dar e receber, partilhar, perdoar. Obrigada amiga pelo carinho e visita. Seu cantinho é lindo! Desejo um exelente domingo pra vc e todo meu carinho. Tenha um feliz Natal com as bençãos do menino Jesus!

    ResponderEliminar
  4. Hola Celia:
    Que Bello poema y el final me encanta que aprendamos el lenguaje del perdón y de la disculpa.
    ¡Feliz Navidad.
    Beijos, Montserrat

    ResponderEliminar
  5. I really like your blog!
    xoxo
    Faby
    Follow each other?
    www.adreamcalledfashion.com

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim