quarta-feira, 6 de junho de 2012

Fragmentação do ser

Célia Gil

(imagem do google)

De mim ando perdida,
temo não me reencontrar,
ficar esquecida neste deserto
que é a vida.

Fragmentei-me,
perdi cada pedaço de mim,
deixei-os cair sem que desse conta
pelos trilhos dos caminhos,
pelos labirintos por que passei.

Não reencontro as peças soltas
alguém as apanhou, colecionou,
e nada me deixou.

E o que ficou de mim
é tão pouco!
Não me deixa usufruir,
não me permite sentir,
não me deixa ser,
enfrentar e vencer.

Colecionador da minha alma,
devolve-me os sentimentos,
a fé, a confiança, a crença!

Colecionador da minha alma,
deixa-me recolher os pedaços
que perdi por aí…

Quero voltar a encontrar
a minha essência perdida!

Colecionador da minha alma,
deixa-me voltar a sonhar!
                                     Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

17 comentários:

  1. oi Célia,

    tem momentos que parece que perdemos a referência,
    e você descreveu isso com muita beleza,
    adorei...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Maravilhosa poesia e na realidade, somos seres que de repente, nos sentimos exatamente assim...

    Depois, pouco a pouco nós mesmas achamos as pecinhas ou a procuramos, procuramos até encontrar...LINDA,como sempre inspirada!!

    beijos e tuuuudo de bom.Estava com saudades! chica

    ResponderEliminar
  3. Oi Célia,
    O poema é lindo, me lembrou vagamente o poema de Fernando Pessoa sobre o vaso partido.
    Beijos 1000 e uma 4ª-feira maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderEliminar
  4. BOM DIA MINHA LINDA !!!!!!
    VC SEMPRE NOS DEIXA COM RAZÕES PARA TE LER E REFLETIR SEMPRE...
    POEMA ESCRITO COM UMA MAGIA DE PALAVRAS...
    BJS MINHA LINDA!

    ResponderEliminar
  5. Célia, quando o emissor consegue afligir o recetor, o seu objetivo foi alcançado. Sinto-me afita!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. "colecionador de minha alma, deixe-me voltar a sonhar" Adoreiiiiii..Bom feriado.. beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá amiga querida! Que bom receber uma visita tão gentil e agradável! Fico muito feliz quando passa no meu cantinho! Vim retribuir,, ver as novidades e deixar um grande bjinho :)
    Continuação de boa semaninha!

    Joana Neves
    http://joana-neves.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Celia,que beleza de poesia!Comovente essa alma fragmentada,buscando se reencontrar!Ficou um sonho!bjs,

    ResponderEliminar
  9. Minha querida

    Entre o anoitecer e o amanhecer...a inconsciência do silêncio...os clamores da vida em instantes eternizados no amor que se perdeu nas esquinas do tempo...no silêncio de todas as demoras...na ilusão de todos os gestos.
    Foi assim que senti este poema.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  10. OI CÉLIA!
    VAMOS NOS FRAGMENTADOS PELA VIDA A FORA, PEQUENOS PEDAÇOS DE NÓS QUE VÃO SE PERDENDO, MAS,NOSSA ESSÊNCIA, PERMANECE INTOCADA.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  11. Vim agradecer os carinhos,desejando um lindo fds com tuuuuuuuuudo de bom,beijos,chica

    ResponderEliminar
  12. Olá Célia! Poema belíssimo, amei!
    Um final de semana MARAVILHOSO para você! Mil beijos, saúde e sucesso sempre.
    laylafonseca.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. foram so pEdaços Espalhados por ai, Quando Encontra-los juntE-os E nao dEixEm mais QuE sE pErcam, Eu pErdi tantas vEzEs os mEus pEdaços E tE garanto valEu a pEna para QuE Eu sEntisse a minha falta, busQuE-sE, sua intuiçao a ajudará, bj boa sExta

    ResponderEliminar
  14. Olá,Célia!!

    Nossa,minha querida!Que forte este poema!!!Senti na alma toda a intensidade das palavras e dos sentimentos.Impressionante!
    Belíssimo!!!
    Beijos e meu carinho pra ti!!
    Tenha um ótimo final de semana!!Bem tranquilo!

    ResponderEliminar
  15. Celia, sua poesia me afetou muito, e muitotocante... posso senti-la... e perfecta.
    Um abrazo.

    ResponderEliminar
  16. Célia
    Voce consegue retratar sentimentos complexos e difíceis de entender, mas que através das suas palavras se tornam belos.
    Um grande abraço e um ótimo final de semana
    Maria Luiza

    ResponderEliminar
  17. Olá querida...
    Aqui sempre encontro algo que se as vezes me traduz. Obrigada por traduzir em palavras coisas que muitas vezes não conseguimos dizer.
    Bjs

    Laninha
    http://laninha-acasaenossa.blogspot.com.br

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim