quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Filhós de Silvares-Fundão

Célia Gil
Lembrei-me de partilhar uma das várias receitas de filhós doces, bem à moda de Silvares-Fundão, tradicional e antiquíssima:



Material necessário: uma masseira grande, uma trempe a gás e uma frigideira das antigas.



Ingredientes:
- 6 kgs de farinha
- 3 dúzias de ovos
- 1 pitada de sal
- 1 litro de azeite
- meio Kg. de abóbora cozida (triturada)
- 1 copo (mal cheio e pequeno, se for forte) de aguardente
- 10 paus de canela fervidos num litro de água
- 1 tira de fermento em barra
- 1 kg de açúcar
- sumo de duas laranjas
- 3 litros de óleo

Confeção:

Comece por colocar a farinha de um lado da masseira.
Bata os ovos com a batedeira e coloque o recipiente dos ovos numa taça de água morna.
Em seguida, vá envolvendo a farinha com os ovos (à mão), amassando de forma circular.
Envolva o fermento até este se desfazer por completo.
Deite a pitada de sal.
Envolva os restantes ingredientes e amorne-os, como fez com os ovos.
Vá deitando o preparado, devagar, sob a massa já envolvida com os ovos, amassando sempre de forma circular.
Quando fizer folha e se soltar do fundo, vá dobrando a massa e amassando com força (dando uns murros na massa).
Envolva num lençol a masseira e num cobertor. Deixe fintar 2/3 horas.
Ligue a trempe e coloque o óleo a aquecer. Tenda as filhós numa tábua, com as mãos (não se esqueça de ir untando as mãos com óleo).
Frite a gosto (mais ou menos fritas. Eu gosto delas branquinhas).

No fim, se gostar, pode envolvê-as em açúcar e colocar canela. Eu prefiro sem nada. Ofereço, congelo e dão-me para algum tempo.

Bom apetite!

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

6 comentários:

  1. Deve ser deliciosa mesmo!
    Obrigada, pela partilha!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. hmmmm...E eu aqui fiquei babando! Devem ficar ótimos... Boa receita! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Adorei!!!
    Gosto imenso destes fritos. Na minha ilha açoriana fazemos uns parecidos a que chamamos "malassadas" e têm esse aspeto.
    Comem-se no carnaval, mas eu faço-os em qualquer altura. Agora faço menos vezes porque tento evitar frituras.
    Obrigada pela partilha da receita.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde, Celia
    Não conheço mas parecem diliciosas.
    Deixo um forte abraço e o meu carinho
    Verena e Bichinhos.

    ResponderEliminar
  5. Célia estou com água na boca, parecem tão boas, mas moramos em três aqui, eu, minha filha e meu netinho, precisaria diminuir a receita, beijos linda

    ResponderEliminar
  6. Hoje estou passando somente para matar
    essa saudade tão doida dos ultimos tempos.
    E comigo veio uma frase do querido padre
    Fabio de Melo...
    Se pela força da distância você se ausenta,
    pela força que há na saudade você voltará...
    Um carinhoso abraço beijos.
    Evanir.
    Obrigada pelo seu menso carinho..

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim