segunda-feira, 14 de novembro de 2011

vida malfadada

Célia Gil
Resultado de imagem para triste destino
(imagem do google)



No dia em que nasceste
nada no mundo mudou,
mas parece que tudo ficou
preso na vida que viveste.

E aquele destino traçado
na palma da tua mão
não foi mais que uma ilusão
foi um destino malfadado.

Sorriste em vez de chorar,
não sabias ao que vinhas,
nem sequer pensaste que tinhas
poucas razões p’ra t’ alegrar.

Mas o mundo que quiseste amar,
carrossel imaginário,
virou-se ao contrário
e deixou-te sem te amparar.

E, farta de sofrer,
calaste a tua revolta,
se a vida te condenou à derrota
o melhor era não viver.

Quando julgaste encontrar
uma razão para viver,
voltou-te a dececionar,
virou-te as costas, devagar
e deixou-te a sós com o teu sofrer.

Deixaste que a morte
te viesse buscar
para, de mão dada, te levar
deste destino, desta triste sorte.
                                           Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

19 comentários:

  1. Muito triste, mas infelizmente é a vida de muita gente...
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Tão triste!
    Corresponde a algum facto real?
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Olá,Célia!

    Belos versos minha querida,mas tão tristes...por mais difícil e dura que seja a vida, sempre devemos aprender com ela.E nunca desistir de ser melhor.
    Beijos pra ti!!Lindo começo de semana!

    ResponderEliminar
  4. Lindos e tão tristes versos...Uma semana linda pra ti, sem tristezas,rsr beijos,chica

    ResponderEliminar
  5. Celia,a poesia pode ser linda mesmo sendo tão comovente!Emoção e sentimento em teus belos versos!Bjs,

    ResponderEliminar
  6. Célia, já chegou o delicioso cheirinho.
    Obrigada, amiga.
    Vou fazer um post sobre o teu doce gesto.
    Beijo

    P:S. Seguiu no correio de hoje um miminho para ti

    ResponderEliminar
  7. Célia,
    Bem triste e intenso.
    Por mais difícil se revele a vida, o sofrimento
    não é eterno. Vale lutar por ela. Um dia a felicidade chega sorridente.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  8. Cada um de nós com uma sorte Célia, mas ninguém escapa mesmo é da morte....e isso é apenas o começo de uma nova sorte....e continuamos sem entender tudo....
    Beijos querida!

    ResponderEliminar
  9. Célia, amanhã o post, que já está escrito, é sobre ti, princesa.
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. Célia,abraços!
    Uma poesia melancólica,muito sentida,mas em certos momentos são as palavras o melhor modo de aliviar os desalentos da vida.

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde Amiga
    Vim agradecer a sua visita ao meu cantinho, obrigada pelo seu carinho, assim que estiver mais forte voltarei para te ler e comentar.
    Tenha um lindo dia
    Com carinho
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  12. Oi,Célia!Sei que é quase impossível,mas o ideal seria não criarmos tantas expectativas.
    Beijosss

    ResponderEliminar
  13. BELLO POEMA PERO MUY TRISTE, A VECES LA VIDA NOS TRATA MUY MAL.BESITOS.

    ResponderEliminar
  14. Célia,
    o triste se transformou em belo nesses versos.

    Aproveito para te convidar para conhecer o meu blog e participar do sorteio que está acontecendo lá.

    Beijinhos,
    Carol
    www.umblogsimples.com

    ResponderEliminar
  15. Os olhos que choram
    Não sabem mentir
    As mãos que me tocam
    Levam à alma o sentir

    O abraço sincero
    Aplaina meu corpo frio
    Veste-me de sol ardente
    Solta meu sonho em azul rio

    Os sonhos perdidos
    As juras e promessas que fazia
    Guardei-as num cofre
    Lancei à maresia

    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  16. Célia, já chegou a minha prendinha?
    Os nossos correios são fabulosos.
    Quando vieres ao Porto avisa-me por mail. Quem sabe nos encontramos?
    Gostava muito.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Olá Célia
    Cheguei aqui e gostei muito, apesar da tristeza no conteúdo deste poema.
    É bom ver como, felizmente, ainda há pessoas que sabem fazer bom uso da nossa língua!
    Com mais vagar lerei tudo o que aqui está.
    Beijos
    Teresinha

    ResponderEliminar
  18. Olá,Célia!!

    Tenha um ótimo dia querida!
    Bem tranquilo e agradável!
    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  19. Lo mejor es no rendirse y seguir adelante.

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim