sábado, 9 de abril de 2011

Música no meu silêncio


(imagem do Google)

O meu silêncio tem música,
acordes soltos de uma melodia interior
que toca só para mim, em mim.
Acordes soltos sem regras,
não tocam na perfeição,
mas são aqueles acordes
que me embalam o coração.
A alma geme baixinho
no fundo do meu silêncio
e eu nino-a devagarinho
até adormecer no meu ser.
Às vezes é um vibrato
que o meu silêncio atinge
e, na força do aparato,
não sei se a minh’alma finge.
Se finge, quão bom é esse fingir
que me torna tão imponente!
Que importa o seu mentir?
E quando o silêncio é sepulcral,
ergue-se nele o soprano
com que agudizo e engano
o meu silêncio monumental.
Que importa o seu enganar
se me dá a capacidade de sonhar?
O meu silêncio de ouro tosco
é a música que mais ouço!
                                      Célia Gil

4 comentários:

  1. Célia Gil, ainda não vi tudo, mas, amei o que vi.

    MARAVILHOSO o seu Blog!!!
    Ah! já estou te seguindo
    e muito obrigada pela sua
    preciosa visita.

    bjusss
    Vanda

    ResponderEliminar
  2. Simplesmente belo!
    O teu silêncio me faz sonhar...amei!
    Sigo-te com carinho!

    Beijinhos

    Suzy

    ResponderEliminar
  3. Célia seu blog é lindo! Uma ótima noite.

    ResponderEliminar