quinta-feira, 7 de abril de 2011

É Urgente um Consílio dos Deuses

Célia Gil
(imagem do Google)

É urgente convocar um Consílio entre os Deuses de todas as religiões e gerações! Quem quer que o convoque, Mercúrio a mando de Júpiter, Jeová através de Jesus, Deus por meio da Nossa Senhora ou quem quer que seja. Impõe-se mudar o rumo que a sociedade, a política, as mentalidades, o mundo, vão tomando. O homem, por si só, já não consegue, sozinho, enfrentar as consequências dos seus actos.

Que neste Consílio, os Deuses estejam todos sentados ao mesmo nível, sem hierarquias, sem ditaduras, sem censura, PIDE, autoritarismo…com igualdade!
Neptuno, enamorado da deusa Cibele (deusa mãe da natureza), defendeu-a. Esta terá reclamado o que era dela e Neptuno invocara os tsunamis para recuperar o que o homem ao mar usurpou.

Apolo justificou, com a concordância de Éolo, que não conseguiu impedir-se de afectar com os seus raios ultravioletas, a camada do ozono que foi diminuindo a sua espessura com as mudanças dos ventos.

Marte mostrou-se exaltado, referindo países que fizeram um incorrecto uso das armas, colocadas nas mãos de crianças filhas da guerra, responsáveis por verdadeiros actos de chacina.

Vénus manifestou também o seu desagrado perante a actual situação, mencionando que cada vez os povos se mostram menos amorosos e que foram perdendo a magia da tão sua amada língua latina, que se vê cada vez mais corrompida.

Todos os deuses, com ordem e convicção, tentam, nos seus ideais, encontrar uma forma de superar o estado do mundo. Júpiter vai ouvindo, cada um na defesa das suas convicções.

A Igreja Católica acredita nos sacramentos e no devido respeito por estes para uma mudança. O Protestantismo expõe as suas 95 teses de Martinho Lutero, onde estão certos de que está a solução. A Igreja Ortodoxa fala, sem problemas, dos seus 7 princípios ecuménicos, os únicos que poderão salvar a humanidade. O islamismo afirma que exporá os ensinamentos religiosos do profeta Maomé, sem os quais o homem se perderá. As Testemunhas de Jeová afirmam ter a solução em Jeová e expõem as razões que as levam a acreditar que todos devem ser seguidores de Jesus Cristo. O Reino de Deus manifesta que conseguirá declarar a sua teoria acerca da soberania de Deus e dos que foram expulsos do Jardim do Éden, para que todos encontrem a salvação para as suas almas. E muitos outros deuses prosseguem falando dos seus ideais, de tudo o que têm feito para evitar um colapso religioso. A confusão impõe-se perante estas diferentes concepções tomadas como verdades inquestionáveis. Gera-se o tumulto. O mundo treme perante este Consílio sem comunicação possível, até que Júpiter decide intervir e pôr termo à confusão instalada. E, com um tom de voz que cala os presentes pela sua imponência e força, comunica a decisão final: “Deixemo-nos, pois, de vinganças, de guerrilhas, de incompreensões! Não há um único dono da verdade e da salvação! Impõe-se um entendimento! Reunamos os nossos esforços! Que seja elaborado um Tratado de Paz com os homens, por estes e por todos nós assinado, para que termine a violência, se acabe com a discórdia, se evite afundar mais o mundo, acabem as guerras religiosas e políticas. Que cada um dos deuses se concentre em propagar a sua fé em vez de estar concentrado numa discórdia inglória! Que essa fé entre nos corações humanos, acalme os ânimos, fortaleça a confiança e faça renascer a esperança num mundo melhor!”
                                                                                                                                 Célia Gil


(Infelizmente, o Consílio que se impõe e sobre o qual divaguei é mera ficção, ficção esta inspirada no célebre Consílio dos Deuses de Os Lusíadas de Luís Vaz de Camões e na necessidade imperiosa de contribuir para um mundo melhor, com fé).


Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

0 comentários:

Enviar um comentário

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim