sexta-feira, 16 de março de 2012

Irmã que nunca tive


(imagem do google)


Hoje preciso desabafar contigo,
irmã que nunca tive.
Quero pegar-te na mão,
contar-te como me sinto.
E tu, irmã sonhada,
ficarás acordada
apenas para me ouvir.
Ouvir-me-ás pacientemente,
sorrir-me-ás docemente,
saberás exactamente o que sinto.
Riremos juntas
dos momentos que não tivemos,
partilharemos juntas
os momentos que não vivemos.
E eu nunca mais estarei só.
Já velhinhas,
continuaremos unidas
em histórias fingidas,
por nós ficcionadas,
irmãs, amigas, conhecidas!

                                Célia Gil

9 comentários:

  1. Linda e emocionante conversa com essa irmã sonhada.. Realmente irmãs fazem bem, nos ouvem, ajudam e fazem companhia.

    É muito lindo isso!

    Adorei te ler! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Oi Célia,
    Sempre sonhei em ter uma irmã (sou filha única). Qdo criança eu tinha uma irmã imaginária, em lugar da amiga imaginária que as outras crianças tinham.
    Quer ser esta irmã que eu tb nunca tive?
    :)))
    Beijos 1000 e um final de semana maravilhoso para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderEliminar
  3. Ter uma irmã assim é realmente um presente dado por Deus. Não tive tal privilégio, mas 'adotei' uma irmã de consideração que considero de verdade. Ela sempre me acompanha nos melhores e piores momentos, ela sempre está ao meu lado.

    É muito bom ter alguém assim...

    Um lindo poema, como sempre. (:

    Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Célia, obrigada pelas boas vindas.
    Não sei o que terá acontecido ao meu comentário sobre este teu poema que ontem escrevi. Terá caído em pleno Atlântico?
    Também sou filha única, mas valorizo os amigos como que se de irmãos se tratassem, ainda para mais, sou eu que os escolho.
    Beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  5. Oi Célia
    O seu desabafo também é o meu. Mas, para compensar tive uma mãe e tenho duas filhas que são verdadeiras irmãs, estão sempre ao meu lado em todos os momentos.
    Amiga, agradeço a sua visita e o seu carinho.
    Um grande abraço e tenha um ótimo domingo

    ResponderEliminar
  6. Em minha casa éramos oito irmãs, uma partiu e deixou um vazio nas setes que ficaram, pois não somos apenas irmãs, somos amigas também.. ficou lindo o poema e me emocionou muito...
    beijos

    ResponderEliminar
  7. Belíssimo poema, adorei...Também adoro as campainhas como são chamadas na minha terra também eu da Beira interior!!!Beijos e como amanhã é domingo de Páscoa, uma FELIZ PÁSCOA!!!

    ResponderEliminar
  8. Oi Célia...
    Lindo seu Cantinho...Lindo poema...Amei!!!Ficarei muito feliz com sua visita no Denguinho...
    Nyan nyan
    Nina

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...