segunda-feira, 21 de março de 2011

Floresta Poética

Célia Gil
E porque hoje é o Dia Mundial da Poesia e da Floresta, não quis deixar de lhes prestar a devida homenagem!

(imagem do Google)

A floresta é um poema natural.
Sombria, mística e viva,
assim é a poesia.
A sombra que me deleita,
sob a qual deito o meu ser cansado
embala-me ao som das palavras.
A aura que me envolve é mística,
qual fonemas bailando
ao som da brisa, incenso poético
desenhando caminhos entre as árvores.
E é a poesia que em mim vive
que vive comigo a floresta.
E vive de tal maneira,
que extrai metáforas das sombras;
limpa a alma nas fontes hiperbólicas;
do verde faz resplandecer a adjectivação;
e o manto em que descanso
é o eufemismo da minha sepultura.
E esta floresta tão real
transforma-se nos meus poemas
em cantinho surreal, extra - real,
paraíso artificial do meu sentir!
Pura magia
que trespassa a dimensão do real
para se fundir num só elemento.
Floresta poética…
                                  Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

1 comentários:

  1. Linda essa floresta poética nobres esses sentimentos. Linda homenagem. Beijos com carinho

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim