terça-feira, 15 de março de 2011

Poeta mensageiro


(imagem do Google)

Caminheiro errante segue caminho
Pela Via Láctea, só, vem descendo...
Vagueia assim só, sem ter um destino
E pelo caminho vai aprendendo.

Segue pelo mundo mas não vai sozinho.
Há em si a fé que o vai movendo.
Traz o coração pleno de carinho,
Na alma a paz e o amor que vão crescendo.

Quem será este errante, quem ele é?
Que o move não a ambição mas a fé?
Todos questionam este ser sombrio.

Quando escreve é um deus que se agiganta,
A poesia uma voz que ele levanta,
Deus errante no combate ao vazio.
                                              Célia Gil

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...