segunda-feira, 23 de maio de 2011

Se tu me amasses

Célia Gil

(imagem do Google)



Se realmente me amasses,
dizias as trivialidades
que as mulheres gostam de ouvir.
Dirias que eu tinha irrompido
na tua vida, sem bater à porta,
sem esperar que a abrisses;
que eu havia preenchido
todos os espaços vazios da casa,
que me tornara o teu sol
a entrar pela janela entreaberta,
que iluminara a tua vida
com a luz das estrelas dos meus olhos.
Construirias canteiros de rosas
com um caminho para eu passar,
ladrilhado de pedras alvas
para mais facilmente te encontrar.
Se realmente me amasses…
                                         Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

10 comentários:

  1. Oi Célia! obrigada pela visita! Lindo teu blog e tua poesia com a qual estás participando do Pena de Ouro. Eu também estou participando dá uma lida na minha poesia lá .
    E vamos lá amiga participar dessa interação maravilhosa!
    Beijos querida.
    Zelia

    ResponderEliminar
  2. Lindo Célia.
    Exatamente o que gostaria de falar. Posso roubar?
    Avise-me se puder.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  3. Olá Celia

    Vi um comentário seu no blog da Nilce, e vim conhecer seu cantinho. Gostei e já esto te seguindo. Estou aguardando a sua visita.

    Bjoooooooooooo...............

    http://amigadamoda.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Hola, muchas gracias por quedarse en mi blog, el traductor del que dispongo traduce bastante mal, pero algo de su poesía voy entendiendo.
    Gracias
    Le dejo mi ternura
    Sor.Cecilia
    ¿Dónde me ha encontrado? mi correo está en mi perfil.
    Gracias

    ResponderEliminar
  5. Célia Minha flor, meu narciso...!
    As vezes temos que dizer umas coisas assim que chamam pra realidade né, mesmo que poeticamente falando...
    Mas que falamos, ah falamos né! Do nosso jeitinho cobramos, apelamos e amamos!
    É simples assim...

    bjs

    Catia

    ResponderEliminar
  6. Minha flor de narciso!
    Fiz um comentário, mas depois de brigar muito com a conexão, acho que perdi... de qualquer forma, adorei sua verdade no poema, tão sutil e direta ao mesmo tempo... mesmo que poeticamente falando, tu impõe ordem e respeito nos sentimentos...

    bjs

    ResponderEliminar
  7. Querida amiga tive problemas junto ao blogger na edição de gadgets nos meus blogs desde domingo, os quais só foram sanados ontem a noite, por isso só agora coloquei o resultado parcial desta 2ª fase na Rádio Pena lá no Ostra. A votação terminará a meia noite de hoje. Esclareço que o problema no blogger não interferiu na votação, pois o mural registro está alojado no CodigoFonte e fui acompanhando paripassu cada indicação. Beijos no coração e agita os amigos pois ainda temos muitas horas de votação.

    ResponderEliminar
  8. Bom dia,Célia!!

    Belíssimo seu poema!!!Uma verdadeira preciosidade!!
    Obrigada pela visita!Seja Bem-Vinda!
    Beijos!
    Lindo dia pra ti!

    ResponderEliminar
  9. Que coisa linda essa poesia e tantas coisas podem ser feitas quando realmente se ama...beijos,chica

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim