quinta-feira, 5 de maio de 2011

Pudera eu manter-me jovem de espírito

Célia Gil
(imagem do Google)

Tudo na vida
requer aprendizagem.
E eu, que até sou boa estudante,
eterna estudante,
quero aprender até ser velhinha.
Saber mais e mais,
estimular o cérebro,
alimentá-lo de conhecimento,
não o deixando cair no vazio
do humano esquecimento.
Quero manter activos
os meus neurónios,
usufruir do que me é dado
a ver, a ler, a aprender
nas várias fases da vida.
Crescer sem, no entanto,
envelhecer mentalmente,
sem criar teias de aranha
entre neurónios vazios.
Mas mantê-los sempre activos.
Permite-me, Deus meu,
envelhecer com dignidade,
passar pelos anos
com pezinhos de lã,
sem acordar a idade…
Trapaceá-la
e ser uma eterna
jovem de espírito!
                             Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

3 comentários:

  1. Um desejo lindo esse...Saber envelhecer e manter-se jovem...beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Pois digo que conseguirás e mais já sabes o caminho.
    Boa noite!
    Carla

    ResponderEliminar
  3. Saber envelhecer é uma virtude, mas a juventude de espírito não se deve perder plenamente! Obrigada pelos gentis comentários!

    ResponderEliminar

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim