quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

A cor do Inverno

Célia Gil
(imagem de revoluodaalma.blogspot.com)


O Inverno cai sobre o telhado da casa
ensombrando a alma,
escurecendo os dias
num cinza-azul escuro-negro profundo.
Suga as energias guardadas,
bebe a paciência e devora as forças,
leva a persistência, antevê a morte.
O céu chora intensamente
grossas gotas de chuva que caem nos beirais,
um vento frio e agreste brame-nos nos ouvidos,
uivos, gemidos estrepitosos, roubando a paz.
A ansiedade domina o sombrio ser humano
e as vestes negras cobrem a encosta,
ocultando a beleza de outrora,
enegrecendo o coração, esfriando a alma.
Os olhos perdem brilho,
a pele, esplendor, cinza baço,
ansiando o toque de um novo raio de sol
que o faça recuperar todo o seu fulgor.
                                                       Célia Gil

Célia Gil / Professora

É professora de português e professora bibliotecária. Gosta de ler e de escrever. Este é o seu espaço de partilha de alguns textos que escreve.

0 comentários:

Enviar um comentário

Coprights @ 2017, Histórias Soltas Presas Dentro de Mim Designed By Templatein | Histórias Soltas Presas Dentro de Mim