segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Pudesse eu ser uma grande poetisa

"Todas as coisas têm seu mistério, e a poesia é o mistério que todas as coisas têm."(García Lorca)


(imagem de camilalourencomorena.blogspot.com)




Uma folha em branco olha-me ansiosa
Pelas letras que eu possa conjugar
E em preciosas palavras formar
Uma mensagem bela e poderosa.

Mas os dedos contraem-se de dor,
As letras não saciam o papiro,
Não nascem palavras do meu suspiro
E a mensagem é puro desamor.

Pudesse eu ser uma grande poetisa
Deleitar com a pena a página em branco
Letras que fluiriam como a brisa.

E a folha brilharia de emoção,
Resplandeceria com mais encanto,
Abrilhantando a mais pura ficção.
                                                Célia Gil

1 comentário:

  1. Ser poeta ou poetisa não é ser mais alto, nem maior do que os Homens, é ser o que o Homem tem de mais elevado dentro de si. Não existem grandes poetas nem grandes poetisas. Existem aqueles que se transcendem, e aqueles que os sabem contemplar, sendo ambos actos de pura genialidade!

    ResponderEliminar